9 de jan. de 2007

Árbitros e as suas nada moles vidas!!


Dentro em breve, prestarei homenagens para alguns árbitros de futebol, entre eles Mario Ireijo, Costinha e Tabaco, aliás, vocação esta que jamais consegui entender. Portanto aguardem suas histórias, contos e causos.

Mario Ireijo e Gigi





Quadro de árbitros da Federação Paulista de Esportes de Praia

Onipotentes, às vezes arrogantes outros presunçosos, e muitos com uma inexplicável dose de valentia, embora com porte físico de passarinho, são também conhecidos por outros nomes, como: juiz, juizão, homem de preto, autoridade, apitador.

Alguns amigos meus sabem da minha aversão a eles, mas não posso me furtar de reconhecer e hoje me render a alguns deles, pela coragem que tiveram de enfrentar todo tipo de agruras que, às vezes, poderia ser comparada como uma autêntica batalha campal.

Conter ânimos exaltados dos neuróticos de carteirinha e de muitos "pretensos" valentes que só se manifestavam por estarem acobertados pela torcida, já é uma tarefa das mais árduas, que só Freud explicaria. Mas, até que seria compreensível saber como surgiu essa gama de doentes e desvairados, isto porque foram vítimas, assim como eu, não somente daqueles árbitros mal-intencionados, mas também daqueles que para "sobreviverem" não tinham outra alternativa, senão fazer a vontade da "casa".

E, como aperitivo, divirtam-se com alguns vídeos desses loucos do apito e suas trapalhadas.

Até mais.




Abraços do Gigi.

2 comentários:

Cici disse...

Muito legal!! vim conhecer esse blog aqui tb!
Está de parabéns!!

Unknown disse...

Gigi você esta de parabens, gostei muito do seu Blog....

Abraços Vado o ponta direita infernal.....