15 de fev. de 2007

Coisas de Ilhéus - Parte I

Sou santista de nascimento, mas também ilheense de coração. Aqui morei por quatro longos e felizes anos e lembro-me que, na ocasião da minha despedida, redigi uma crônica muito crítica e ácida sobre o título a que hoje me reporto. O então diretor-presidente do Jornal de Ilhéus e ex-Prefeito, Dr. Ariston Cardoso, pediu-me encarecidamente que não publicasse a matéria, haja vista a sua posição política acrescida de uma boa dose de bairrismo. E assim foi feito.

A título de curiosidade, quero deixar claro que as críticas feitas por mim àquela época, e que bem poderiam ser transportadas para os dias de hoje, falavam sobre as mazelas praticadas não só por políticos, mas também pela própria sociedade, em especial aos mais “abonados” – termo que Jackson Lima adorava -. Eram todas construtivas, e com certeza, reverteriam para a melhoria da qualidade de vida do ilheense.
Após 30 anos, retorno a essa cidade, que considero paradisíaca, numa situação inesperada. Vim para visitar e dar o meu apoio incondicional para um irmão de coração, que apresenta uma grave enfermidade. Nesta condição, quero reverter àquela crônica para enaltecer este povo baiano, reconhecidamente como o mais hospitaleiro do Brasil, que sempre me acolhe gentilmente.
Quero também manifestar e agradecer todo carinho e a solidariedade recebida dos amigos de Luiz Carlos Barretto de Figueiredo, o Carlitão, não só no dia a dia das visitas, mas por todos os cantos da cidade, e que apesar do pouco tempo que aqui passei, só fizeram engrandecer a minha alma. Filho de Dr. Álvaro Figueiredo, conceituado médico sanitarista, e Cremilda Barretto de Figueiredo, filha de Antonio Muniz Barretto, família tradicional de Canavieiras. Casado com Maria Eugênia Pinheiro de Figueiredo, tendo como filhos, Gustavo e Cristiana, além dos netos João e Daniel. Carlitão é uma pessoa muito querida e admirada em Ilhéus, razão pela qual presto esta pequena homenagem feita especialmente para este amigo que considero um "Fora de Série".

Se você quiser ver foto por foto, clique aqui
Finalmente, tive o grande privilégio de participar do tradicional baba do Banco do Brasil. Ali, presenciei um encontro dos mais gratificantes na realização pura e sincera de uma corrente de amor e carinho para com o próximo. Nildo e Zézito comandaram a oração, que transcrevo abaixo:

ORAÇÃO DA SAÚDE

Divino Espírito Santo desça sobre mim com a Tua Luz!
Que a tua Luz me perpasse inteiramente!
Cura-me física, psíquica e espiritualmente!
Conceda-me os teus dons, os teus frutos e os teus carismas.
Conceda-me o dom da Sabedoria, o dom da Ciência, o dom da Piedade, o dom do Temor a Deus, o dom dos Milagres, o dom da Palavra, o dom das Línguas, o dom do Discernimento, o dom da Profecia, o dom da Cura.
Batiza-me com o teu divino Espírito Santo; lava-me no teu precioso sangue; queima-me com o fogo do teu amor. Liberta-me, desata-me, desamarra-me de todo condicionamento, de todo trauma, de toda doença! Jesus! Jesus! Jesus!. És tu quem cura. Cura-me inteiramente! Jesus! Eu te adoro, te agradeço, eu te amo! Peço-te uma grande cura interior. Liberta-me de todas as consequências do pecado original. Conceda-me muita Fé, Esperança e Caridade, Paciência, Bondade, Justiça, Pureza, Alegria e Paz! Paz! Paz! Paz!
Conceda muita paz, saúde e alegria para todos nós, ó Jesus! Jesus, o teu nome é forte! Ao teu nome, todos os joelhos se dobram no céu, na terra e nos infernos, Glória e louvor a ti ,ó Cristo!
Em teu nome, nós damos ordens para que estas dores, estas doenças e estas dificuldades se afastem de nós! Em teu nome , damos ordens às células que não estão bem! Em nome de Jesus, seja curado. Amém! Entrai em mim, ó Senhor, e curai o sangue do meu corpo de modo que ele corra da cabeça aos pés em perfeita ordem e harmonia, sem congestão em parte alguma.

Nenhum comentário: