21 de nov de 2009

Mea culpa coletiva

Chegamos próximos ao final do Campeonato Brasileiro 2009 e aqueles que investiram muito sofrerão as agruras do insucesso, principalmente, é lógico, os times considerados grandes, os pertencentes ao Grupo dos Treze.

Loucuras mil foram praticadas por dirigentes que, na ânsia de se sustentar no poder, e também responder às necessidades emergentes que um clube grande exige, deixaram situações administrativas verdadeiramente embaraçosas. Em virtude disso, as chamadas oposições, em alguns casos “os do contra”, se manifestam com promessas e mais promessas e muitas vezes sob o manto da hipocrisia, aliás, praxe em qualquer ambiente político, acabam iludindo aquele torcedor mais fanático.

(ler a crônica na íntegra clicando aqui)

16 de nov de 2009

Monografia da vida


Deveríamos criar para os velhos, após completar 70 anos, os mesmos critérios que adotados para os recém formados em faculdades. Seria o mesmo que defender uma tese, que nada mais é do que desenvolver algo sobre tudo aquilo que se aprendeu durante o curso. E, para nós velhos, a mesma coisa sobre o curso da vida e, para tal já me prontifiquei a defender minha tese. Parido que fui pelos anos 40 e, já com percepção dos idos 50, isto quer dizer de Getúlio Vargas para cá, vi e revi acontecimentos políticos.

Filé de borboleta salva o Santos


O pior é que vou ter que escutar: “Viram! Preparei o garoto”.


Eu sei que ele terá seu mérito, mas sabemos que um percentual bem mais elevado é inato do menino, portanto, é questão somente de tempo. Não sei se a maioria das pessoas sabe, mas o Neymar iniciou no profissional com apenas 17 anos, dois anos antes do Robinho que foi lançado aos 19 anos. O Santos com certeza colherá bons frutos com ele.

Quanto a briga pelo título é quase imprevisível dar um palpite a uma altura dessas. Será de fato uma final eletrizante, talvez nunca antes acontecido. O nível dos cinco pretendentes se equivale, e até mesmo um sexto, que seria o Cruzeiro, estaria no páreo.

Desta vez quem sairá lucrando serão os torcedores, que de casa cheia, como há muito não acontecia, darão bastante adrenalina para o campeonato, além é óbvio de encher os cofres dos patrocinadores. E, se foi assim “dirigido”, parabéns para os mandatários.

Abraços do Gigi