14 de dez. de 2009

Ufa!! Que alívio...


Com certeza, deve ter sido o suspiro do Marcelo Teixeira quando do resultado das urnas.

Chega! Marcelo já não agüentava mais ter que enfrentar as tresloucadas aventuras do Luxemburgo, ser refém do Fábio Costa, carregar o peso em ouro de um Fabão, tourear as manhas de um Hitler, ter que responder a cada final de mês a uma folha de pagamento das mais altas de qualquer outro clube brasileiro, e ainda por cima driblar a mais árdua tarefa advinda do assédio de procuradores, empresários, grupos de investidores, enfim aquela horda criada pela Lei Pelé, a qual me referi quando da minha crônica “Mea culpa coletiva”.



(ler a matéria completa clicando aqui)







Nenhum comentário: