12 de jul. de 2010

O quanto é dificil ser profissional de futebol

Este é um assunto que requer um estudo muito apurado em face de sua complexidade. Partindo-se de uma premissa: “Paga-se bem, exige-se o melhor” é o que os clubes de futebol cobram de seus atletas exigindo uma conduta disciplinar super rigorosa.

No entanto, para tentar compreender melhor o elucidado vou dar conhecimento da rotina de um jogador de futebol nos dias de hoje: Jogo no domingo, reapresentação na 2ª. feira às 15,30h, concentração 22,30h ; 3ª. feira, treino às 9h, retorno concentração as 13,30h; Jogo na 4ª feira às 21,50; 5ª. feira reapresentação às 15h; 6ª. feira treino às 9h e concentração logo após o término, entremeio viagem ou não para o jogo do próximo domingo.

Portanto, em suma, o horário de expediente para atender as suas necessidades pessoais, como qualquer outro cidadão, está restrito às 2ªs. e 5ªs. feiras na parte da manhã, sendo que ainda neste pequeno espaço de tempo tem que atender a “infiel” mídia que em certa hora o torna um expoente, e quando deixa de ser manchete busca, na função de paparazzi, fatos da vida pessoal no intuito de criar sensacionalismo, se portando como uma autêntica “imprensa marrom”.

Nenhum comentário: