25 de out de 2010

O terceiro pecado capital

Até parece uma coincidência, já que trato aqui do caso de sua majestade, o todo poderoso chefão dos são-paulinos, que em sua soberba (segundo os preceitos da mística Carta de São Paulo quando definiu os Sete Pecados Capitais) acaba de provocar algo que realmente afronta o bom senso.

E, conseqüentemente, por mais uma vez tiro o chapéu para o presidente do Esporte Clube Corinthians Paulista ,que segue à risca a cartilha do seu marqueteiro.

Se o assunto não reunisse dois dos mais fortes personagens do esporte, certamente tal fato seria matéria requentada, mas o anúncio da parceria entre uma construtora paulista e o Corinthians trás a tona algo que desperta interesse e melhor reflexão.

A gestão do presidente corintiano estando à frente da comitiva na Copa do Mundo, foi oportuna e conveniente. Na verdade, estava no lugar certo e na hora (leia mais aqui) 

Nenhum comentário: