12 de jul. de 2010

Conspiração das antas

Prato cheio para o Jabor e muitos outros escritores irreverentes de nossa literatura, abordar sobre este tema. No entanto, ouso dar o start. Fiquei surpreso ao ouvir de alguns cronistas de que todo aquele que acreditasse haver uma conspiração em uma Copa do Mundo seria uma ANTA.

Aliás, um assunto extremamente delicado, pois coloca à prova do quanto ANTA poderemos ser ao acreditarmos que existe corrupção em todo setor de nossa atividade, seja ela política ou social.

Hoje, por mais escrachado que esteja por toda a mídia as mazelas praticadas por nossos políticos, nos faz crer que somos, de fato, uma nação de ANTAS.

Eu já me convenci por todo esse tempo vivido, principalmente no âmbito do esporte, de que sou realmente uma ANTA, pois vi coisas do arco da velha.

No futebol vi o chamado Trio de Ferro Corinthians, São Paulo e Palmeiras deitar e rolar por anos a fio. Vi árbitros envolvidos em manipulações de resultados a rodo, até mesmo influindo nas apostas da loteria esportiva. Me dei de cara, por várias vezes, com a gaveta de jogadores, etc, etc, etc.

No campo político e social então, é um Deus nos acuda. Até respingo de lama nos três poderes. No meu tempo de menino, quem imaginaria um juíz de direito maculado. Enfim, ficaria dia e noite enchendo lingüiça narrando fatos e mais fatos e, portanto, etc, etc, etc.

Mas, vamos ao que interessa: a Copa de Mundo. Porque não acreditar que haja alguma coisa, já que existe um comprometimento de milhões e milhões de euros na sua promoção, inclusive um derrame de bilhões e bilhões de dólares no mercado paralelo de apostas. Será que a honestidade, com toda essa dinheirama, será tão soberana assim que ficará imune aos desígnios do vil metal ?.

Só para não deixar de citar alguns fatos estranhos, apenas faço lembrar a “convulsão” do Ronaldo Fenômeno em 1998, a meia “desarrumada” de Roberto Carlos em 2006, e nesta última, os “segundos” de dúvida, apesar do telão e do ponto de escuta, do bandeirinha em validar o gol da Inglaterra contra a Alemanha da ADIDAS, além da saída em “falso” do melhor goleiro do mundo, Júlio Cesa,r no gol da Holanda, ext, etc, etc.

Se a ADIDAS se locupletar financeiramente com o maior sucesso de marketing provocado pela rejeição da JABULANI, talvez a Alemanha pare por aí, e amolece para a FIFA a decisão de dar o primeiro título para a Holanda ou para a Espanha. O difícil é saber qual a contrapartida oferecida por estes países,etc, etc, etc.

Como viram, uma crônica cheia de eteceteras feita por esta ANTA aqui.

Abraços do Gigi



Nenhum comentário: